Loading...

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Estudo destaca a relevância econômica da mudança do clima


cchange

Frankfurt / Genebra / Nairobi / Bonn 12 de janeiro de 2011 - A atual disponibilidade e o acesso à informação sobre mudança climática continua a ser insuficiente, tanto na estrutura quanto na qualidade, afirmam líderes de algumas das maiores instituições financeiras. Um estudo pioneiro lançado hoje confirma a crescente relevância das alterações climáticas na economia, ratifica, também, a necessidade de informação sobre os impactos físicos e econômicos das mudanças dos padrões climáticos globais.

O relatório, patrocinado pelo Ministério Federal de Educação e Pesquisa da Alemanha, apresenta os resultados de uma pesquisa internacional realizada pelo Grupo de Trabalho sobre Mudanças Climáticas (CCWG), Iniciativa Financeira do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (UNEP FI) e Instituto de Negócios Sustentáveis (SBI). Mais de 60 instituições, tanto de países desenvolvidos quando em desenvolimento, participaram da pesquisa.

Prestadores de serviços financeiros e seus clientes são cada vez mais atingidos pelos impactos das mudanças climáticas. Além disso, a pesquisa mostra que seguradoras, financeiras e gestores confiam no aumento de tais riscos no futuro.

Visto que as instituições financeiras são capazes de influenciar seus clientes e investidores em todos os setores da economia, elas podem, dessa forma, desempenhar um papel fundamental na aceleração da implementação de medidas de adaptação do setor privado.

No entanto, para que o setor lide da maneira mais apropriada com os riscos climáticos que afetam os negócios e para melhor aconselhar seus clientes, as instituições financeiras precisam ter acesso à informação aplicada, tais como previsões climáticas, análises e interpretações. Esses dados devem ser adequados à duração dos contratos, às regiões onde os clientes detêm ativos ou realizam operações, e à análise de riscos que servirá de base para os investidores, credores e assegurados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário